quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Os maiores públicos pagantes da Fonte Nova

                            A Fonte Nova dos anos 50

Galdino Antônio Ferreira da Silva
Financista, desportista e colaborador dos blogs História do Futebol, Futebol 80 e Memórias da Fonte Nova
                                                                                       
O estádio da Fonte Nova foi construído inicialmente com um lance de arquibancadas. Na sua inauguração, em janeiro de 1951, calculou-se um público de 25.000 pessoas, embora isso ultrapassasse a capacidade do estádio. Ao longo dos anos 50 o centro esportivo e educacional pode ficar totalmente pronto, inclusive com seu ginásio e vila olímpica. No entanto, mesmo com a disputa de três finais da Taça Brasil, aquele recorde de público foi difícil de ser batido. 
Com a expansão urbana e populacional de Salvador esta situação mereceu uma radical alteração com a construção do anel superior da Fonte Nova e outras obras entregues vinte anos depois, em março de 1971. Jamais saberemos o público realmente presente á nova inauguração, porém este nunca seria batido. Para uns havia 120.000, para outros 140.000 havendo até quem diga que foi 150.000 pessoas, o que se constituí na maior presença a um evento esportivo no Brasil depois da decisão da Copa do Mundo de 1950 no Maracanã contra o Uruguai.
Duraram 27 anos (1971-1998) os anos de um estádio das grandes massas. É o que comprova este levantamento dos vinte maiores públicos pagantes do estádio. Nele, a década da inauguração do estádio é a que comparece com mais jogos, oito, sendo seguida pela década de 90 e pela década de 80, com seis, mesmo sendo esta última a da conquista do Campeonato Brasileiro pelo EC Bahia. O tricolor comparece em 19 jogos (95%) e o Vitória em 13(65%). Como não poderia deixar de ser, o nosso maior clássico, o BA-VI, é o jogo preferido dos torcedores, aparecendo doze vezes (60%) na lista.
                        Dia de grandes jogos na Fonte Nova
Isto, assim como a não existência de jogos da última década da Fonte Nova, mostra que no passado o pessoal ia mais ao futebol. Ingressos caros, violência, “viradas de mesa”, horários esdrúxulos das partidas, tudo isso fez com que diminuísse a frequência nos jogos, apesar de não ter sequer arranhado o apreço dos baianos pelo seu maior esporte.   
A lista dos vinte mais em público pagante é a seguinte:
1) Bahia 1 x 1 Fluminense-RJ, 110.438, 12/02/1989, pelas semifinais do Campeonato Brasileiro de 1988.

2) Bahia 1 x 1 Vitória, 97.240, 07/08/1994, Decisão do Campeonato Baiano.
3) Bahia 1 x 0 Flamengo-RJ, 94.972, 04/03/1971, amistoso (*)
 Vitória 0 x 1 Grêmio-RS,amistoso (Taça Luiz Viana Filho) (*)
 (*) rodada dupla, torneio de reinauguração da Fonte Nova.
4) Bahia 3 x 0 Santos-SP, 93.455, 14/09/1986, Campeonato Brasileiro.
5) Bahia 2 x 1 Internacional-RS, 90.508, 15/02/1989, Decisão do Campeonato Brasileiro de 1988.

6) Bahia 0 x 1 Vitória, 90.000, 26/03/1972, Campeonato Baiano de 1971.
7) Bahia 0 x 3 Vitória, 87.725, 23/02/1997, Campeonato Baiano de 1996.
8) Bahia 2 x 1 Vitória, 87.117, 29/11/1981, Campeonato Baiano
9) Bahia 1 x 0 Vitória, 84.785, 01/08/1971, Campeonato Baiano.
10) Bahia 0 x 0 Vitória, 84.359, 29/03/1998, Campeonato Baiano.
                           Bahia X Fluminense em 1989
11) Bahia 1 x 1 Palmeiras-SP, 80.000, 30/07/1978, Campeonato Brasileiro. 12) Bahia 3 x 3 Vitória, 79.821, 27/07/1997, Campeonato Brasileiro.
13) Bahia 0 x 0 Vitória, 78.881, 27/05/1979, Campeonato Baiano.
14) Vitória 0 x 1 Palmeiras-SP, 77.772, 12/12/1993, Decisão do Campeonato Brasileiro daquele ano.
15) Bahia 0 x 0 Vitória, 76.281, 15/12/1974, Campeonato Baiano.16) Bahia 2 x 4 Vitória, 75.044, 06/04/1997, Campeonato Baiano.
17) Bahia 1 x 0 Vitória, 74.591, 28/09/1979, Campeonato Baiano.
18) Bahia 0 x 1 Vitória, 72.834, 21/03/1976, Campeonato Baiano
19) Bahia 2 x 0 Palmeiras-SP, 72.559, 01/02/1987, Campeonato Brasileiro de 1986
20) Bahia 2 x 2 Guarani-SP, 72.133, 08/02/1987, Campeonato Brasileiro de 1986


                                                                         Governador Wagner vai ao BA-VI

Ainda poderíamos acrescentar a esta lista dezenas de jogos com públicos pagantes de
mais de 70, 60 e 50.000 torcedores. Foi a maior era do nosso futebol e que não mais voltará. As emoções coletivas das grandes massas baianas não terão mais lugar pra se manifestar. 
O estádio ampliado em 1971 atendia nove por cento da população de capital, estimada em um milhão de pessoas. No entanto, a Arena da Copa 2014 prevê o atendimento de menos de dois por cento dos nossos torcedores. Salvador é a terceira cidade do Brasil, tem a região metropolitana mais populosa do Nordeste e a maior densidade populacional das capitais brasileiras, mas terá que se contentar com um estádio que não caberá nos nossos sonhos.

* Agradecemos ao IBGE, pelas informações, e a Fábio Paes,ao site http://www.comunicacao.ba.gov.br/ e ao blogdastorcidas.blogspot.com, pelas imagens.   

2 comentários:

  1. A Fonte Nova consta como das mais belas coisas que já conheci. Moro em Vit da Conquista, mas quando tinha 19 anos fui trabalhar em Salvador -Morava numa pensão na Saúde, e andando fui ver Bahia 3 x 0 Santos-SP, 93.455, 14/09/1986, Campeonato Brasileiro.Tenho 1.82 altura e cheguei o jogo havia começado a 5 minutos. Era tanta gente que não consegui ver o primeiro tempo direito, mas a vibração da nação tricolor era imensa. Sou Vascaíno, mas não tinha como não gostar do que via. No segundo tempo, não sei como, consegui ficar nas cadeiras lado das C.Imprensa. Foi Genial. Outro jogo memorável foi Brasil 2 (Alemão e Careca) x 1 Argentina (Burrocharga), chovia muito, mas também não esqueci. Fui Morar em São Paulo, mas não fui aos estádios. Em 1991 voltei para Salvador por um mês, e fui ver o Bahia 3 x 3 Serrano - dizem que Júnior (colega de baba em minha cidade que depois se profissionalizou fez os três gols do Serrano) foi o único jogador que fez 3 gols contra o Bahia na Fonte nova até aquela data. A torcida do Bahia na Fonte Nova dos anos 80 "Era a coisa mais linda do mundo". Belo e bondoso povo de Salvador tem no meu coração tudo de bom que vi por aí. Sabe o que de melhor tem na Bahia? Os baianos(s) com certeza. Em 1985, fiz minha primeira viagem da vida, pois nunca tinha saído de Vit. Conquista - que BOM DEUS ME RESERVOU - LOGO A BELA SALVADOR DA BAHIA DE TODOS OS SANTOS. Se um dia eu tiver boas condições financeiras vou morar na mais acolhedora de todas as cidades. VOLTAREI A FONTE NOVA PARA ORAR PELAS ALEGRES TORCEDORES QUE ALI DEIXARAM SUA PAIXÃO. A FONTE NOVA É LINDA ATÉ NO SEU NOME. Não tive oportunidade de assistir um BAVI na Fonte mas da próxima não passa. Quando a torcida do Bahia ou do Vitória, quiserem vir para Vit. da Conquista, venha com a paz de todos os santos, nós nos sentimos felizes quando vocês estão aqui, pois sem torcida não há alegria do futebol.
    Ano que vem (2012) vai dá ECPP -Conquista. [risos...]

    ResponderExcluir
  2. Bacana Edy, é para pessoas como voce que eu escrevo relembrando a Fonte Nova.

    ResponderExcluir